Rosangela_Aliberti

"Se a Arte tocar em algum ponto do homem é sinal que alcançou seu objetivo" (r_a)

Textos


História do boneco de neve

Um homem estava "tentando" fazer uma faxina dentro de casa, naqueles dias em que a maioria das pessoas sentem as saudades de observar os efeitos especiais da neve, foi até a janela e notou os primeiros cristais formados na paisagem, a suavidade bem diante dos olhos o atraiu para fora de casa e os flocos foram se multiplicando dando vida a uma tempestade.

O homem, a princípio se divertia com a formação das bolas nas mãos e a alma infantil sozinha acertava em cheio o tronco das árvores, o 
homenzinho sorria sarcasticamente e depois de horas escavando o acúmulo formado de neve e encontrar a terra, resolveu se manter parado até se tornar um “pseudo boneco-de-neve": sem nariz de cenoura, nem botõezinhos de pedra no casaco, sem ao menos uma cartola, sem 
nenhuma vassoura na mão (porque não tinha ninguém mais ninguém 
por ali para acompanhar a sua exibição de criatividade estática) por fim acho que não queria sair dali naquele momento, ou não deveria ter forças para varrer o gelo dentro de si e voltar para casa (será que a calefação estava quebrada? e o homem provavelmente tinha preguiça de consertar). 

_____________ 


Esta pequena história pode criar a imagem da transformação do humano para um ser de gelo, mas por aqui também as palavras poderão ter um significado além do que a grafia desenha, como nos quadrinhos partindo
 do concreto para a expansão do mundo imaginário (esperando que todo profissional da área da Saúde mental saiba que é não é fácil manter um contato com estados autistas).

Saudades da neve?

O olhar para uma janela

Os primeiros flocos de neve...

A suavidade e a tempestade

O homem: O se divertir sozinho

As bolas de neve

As bolas frias nas árvores

O escavar...

Um boneco sem nariz de cenoura

A ausência dos botõezinhos de pedra no casaco

A falta da cartola

Sem nenhuma vassoura

O não querer varrer mais nada

A ausência de vontade:

O voltar para casa sem calefação

- A faxina - 


Tudo por aqui pode parecer um pesadelo ou um sonho, nos encadeamentos criados ao mesmo tempo que o que está escrito pode funcionar de uma nova maneira para alguma pessoa... 


São Paulo, 08.IX.06
Fotografia de origem desconhecida
Rosangela Aliberti
Enviado por Rosangela Aliberti em 08/09/2006
Alterado em 18/04/2007


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras